Sendo um dos primeiros membros da nossa comunidade, a Egg Electronics é uma startup portuguesa que desenvolveu a bonita e funcional PowerStation, uma inovadora extensão que permite alimentar todos os nossos dispositivos. Em fase de expansão internacional e com novidades prometidas para breve falámos com Tiago Morgado, CEO da Egg, e com Marta Ciemięga, directora de vendas e marketing.

O teu trabalho em três palavras?
Tiago: Powering your lifestyle, é o nosso lema.

A melhor coisa do teu trabalho?
Tiago: São as pessoas! Eu sempre disse isso desde que cheguei à Egg. Uma das coisas que mais gosto no que fazemos são as pessoas que conhecemos, podem ser clientes, parceiros ou fornecedores. Nós temos a oportunidade de conhecer muitas pessoas, todas elas são interessantes à sua maneira.
Marta – E como somos uma startup, precisamos de tratar de tantas áreas e coisas diferentes, temos a oportunidade de conhecer pessoas tão diversas pelo caminho, é muito colorido.

Descreve um dia típico no trabalho?
Marta: Todos os dias são diferentes, nunca sabemos o que vai acontecer durante o dia. Tenho a minha rotina básica, como verificar e-mails e depende do que estou trabalhar no momento, não há um dia típico de trabalho. Temos um segundo escritório em Porto de Mós, por vezes vamos lá ou até a fábrica ou fazer uma entrega pessoalmente se for em Portugal.
Tiago: Não há um dia típico, o que torna o nosso trabalho mais interessante. Produzimos aqui em Portugal, no norte, e quase todas as semanas vamos lá para verificar tudo. Temos lá somos nosso director de produção, a PowerStation é produto desenhado e fabricado em Portugal.

Ouves música enquanto trabalhas?
Tiago: Ouço muita música, às vezes não tenho a oportunidade porque estou no Skype, especialmente bandas sonoras. Ultimamente tenho ouvido a banda sonora da La Casa de Papel da Netflix, com a música Bella Ciao, nas últimas duas semanas tem sido minha playlist principal.
Marta: Eu ouço a rádio portuguesa para aprender a língua…

Qual a razão para terem criado a Egg?
Tiago: Foi criar algo esteticamente bonito e confortável para estar perto do utilizador. Até à chegada da Egg ao mercado, havia muito poucas opções que alguém teria orgulho de utilizar em cima de uma mesa. Tentámos criar um produto que tornasse a vida das pessoas mais simples e confortável, onde se pode ligar o que se quiser. O facto de ser personalizado com um padrão ou imagem que se gosta, o utilizador tem algum tipo de emoção quando compra a PowerStation porque está à vista de todos. Esse foi o principal objetivo, criar algo bonito, prático e confortável.

O que mais gostas na comunidade LACS?
Marta: Existirem tantas empresas e pessoas diferentes. O rio está muito perto e temos esta excelente energia e espaço. Antes estávamos a trabalhar no centro da cidade, na Rua Garrett no Chiado, tinha muita gente, ruído, aqui é mais calmo, é totalmente diferente! E vamos ver quando todas as pessoas chegarem, então vai realmente ganhar vida.

Quando eras criança o que querias ser?
Tiago: Um astronauta, um cowboy e em algum momento quis ser bombeiro, nenhum deles se tornou realidade, mas o que alcançou foi a segunda melhor coisa!

O teu primeiro emprego?
Marta: Foi como promotora num supermercado na Polónia, dando amostras de bolos e ganhava 2 euros por hora por ficar de pé durante 10 horas, foi horrível. Então eu pensei, ‘OK, realmente tenho de estudar muito para conseguir dinheiro normal e trabalhar normalmente com um computador, não de pé.
Tiago: O meu primeiro emprego remunerado foi um programa do governo português onde era possível uma pessoa candidatar-se a vagas em jardins de infância ou lares de idosos. Tinha 16 ou 17 anos e passei o todo verão num jardim de infância em Porto de Mós a ajudar a comunidade. Na final recebi um cheque do governo, não foi muito, mas pensei ‘wow, o meu primeiro ordenado’, foi muito bom!

Um conselho que darias ao teu eu mais novo?
Tiago: Ser humilde. Não quero dizer o clichê de ‘Sê humilde, trabalha arduamente’, mas se fores humilde e tratares as pessoas da forma como gostarias que te tratassem, elas vão convergir para ti. Serás capaz de influenciar e inspirar as pessoas em teu redor, sendo verdadeiro para contigo.

Uma pessoa que te inspira?
Marta: O meu pai, porque sempre foi um exemplo. Não apenas ele, mas também o seu trabalho como gerente, vi-o trabalhar no duro algumas vezes, ele é uma boa pessoa, sempre preocupado com os outros. Ele trata sempre os outros como pessoas normais e de forma igual, não interessa se é um trabalhador da limpeza ou o patrão. Sempre foi fiel a si próprio e sempre o admirei, na minha vida penso como ele reagiria e se comportaria em certas situações com que me deparo.
Tiago: Eu posso garantir isso, conheci o pai dela e é verdade!

Qual é o segredo para o sucesso?
Tiago: Não existe segredo! Há muita sorte à mistura, trabalho árduo, estar no siío certo à hora certa certa, conhecer as pessoas certas e continuar a pressionar até alcançar o objectivo.
Marta: Tudo pode ser uma oportunidade, mesmo quando pensamos ‘ok, conhecer esta pessoas não trará nenhum valor acrescentado’, mas no final chegamos à conclusão que ela conhece alguém ou pode fazer algo, como tal nunca se pode subestimar ninguém.

Conselhos para quem está agora a começar?
Tiago: Para criar uma plataforma desde o início. Se tiverem uma estrutura desde esse momento, é muito mais fácil realizares os objectivos a que te propuseste. Se não houver uma estrutura para se trabalhar, será muito mais difícil. Outro conselho é nunca nunca desistir, vais ouvir muitos nãos, é essencial continuar motivado, se acreditares no produto, ele será uma realidade.

Locais favoritos em Lisboa?
Tiago: O Príncipe Real, é um dos meus locais favoritos em Lisboa.
Marta: O Miradouro de Santa Catarina, o Príncipe Real, a Praça das Flores, adoro tudo em Lisboa!